quando morre a raiz

o dia a dia devia me dar esperança para me dar com as pessoas, tomar decisões, fazer amigos, e pouco a pouco aumentar o gosto pela vida, que só se vive uma vez realmente. mas cá dentro está tudo como naqueles desenhos animados com castelos no meio de penhascos e um tempo terrivel, cinzento, chuvoso e com trovoadas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s